Nélson Évora é medalha de bronze.



Nélson Évora vence a medalha de bronze nos mundiais de Pequim, com a marca de 17,52m.


O português apenas conseguiu a marca para o bronze no seu último ensaio. A prova foi ganha pelo norte-americano Christian Taylor com a marca 18,21m, a segunda melhor marca de sempre. O recorde está fixado nos 18,29m, obtidos em 1995 pelo britânico Jonathan Edwards.
Em segundo lugar ficou o cubano Pedro Pablo Pichardo com 17,73.

Nelson Évora, 31 anos, regressa às medalhas em Mundiais depois de ter conquistado o título em 2007 e a prata em 2009. O atleta do Benfica, actual campeão europeu, abriu a prova com 17,28 metros e melhorou o seu melhor registo da época para 17,29 no terceiro salto, depois de um segundo ensaio nulo.
Após um quarto e quinto saltos igualmente inválidos, Nelson Évora perdeu a terceira posição para Omar Craddock, que pulou 17,37 na sua quinta tentativa, mas o norte-americano não fez melhor no derradeiro ensaio e o português saltou 17,52 metros para a medalha de bronze.
Recordista nacional, com 17,74 metros conseguidos nos Mundiais de Osaka, em 2007, Nelson Évora não ultrapassava dos 17,5 metros desde 2009, ainda antes da lesão que o afastou dos Jogos Olímpicos de Londres, em 2012, e o manteve inactivo durante quase ano e meio.


Comentários


Escreva Um Comentários

Nome


Email


Comentário Nota: HTML não é traduzido!

Insirá o código apresentado na caixo a baixo: